Translate

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Ler a Contar Contos da Lusofonia por Jozé Sabugo

Ler e Contar contos de autores de língua portuguesa é poder partilhar um fundo de universalidade e um cumprir Portugal no pensamento de Fernando Pessoa, Agostinho da Silva entre outros, sem paternalismos e patriotismos bacocos.
A língua de Camões, também ela chamada assim, é mágica em qualquer geografia lusófona e por isso cheia de tanto colorido local e o reflexo de personalidade e cultura de cada povo. 
Segundo Viegas Guerreiro “Para narrar um conto destaca-se um indivíduo que, em geral, fala em (nos povos Aquém-Cunene é mais frequente ficarem os oradores sentados). Pouco a pouco ele vai-se animando, modula a voz segundo os vários actores que intervêm na recitação, intercala interjeições, ora lamentoso ora explosiva-mente admirativo. Gesticula não com os braços, mas conforme as exigências da narrativa, com o corpo todo. O auditório toma parte viva, estando às vezes como electrizado. Manifesta de onde a onde ruidosamente aprovação ou desaprovação, sublinha as partes hilariantes com risos estrepitosos e reage entendidamente às frases sarcásticas” 

Sublinhar todas as melhores partes da Lusofonia é também o propósito desta iniciativa.
Contos de vários autores da Lusofonia
Criação e Contadores de Histórias: Jozé Sabugo
Domingos pelas 11.30h  MÊS de Julho 2012
Duração: 40 minutos
Investimento: 3 moedas de Euro
Local: Sintra - Catedral da Hora do Conto | Casa das Cenas - Educação pela Arte
Produção: Grupo Acusa Teatro
Realização: Casa das Cenas - Educação pela Arte
www.horadoconto.com

Sem comentários:

Enviar um comentário